en de fr ru es it br fr

A Delícia Cultural de Cracóvia


Print Detalhes da viagem › Ocultar detalhes ›

Cracóvia

Se você tiver que escolher um destino na Polônia, então deverá ser Cracóvia. Um ambiente único, histórico, com inúmeros monumentos  arquitetônicos, obras de arte, fazem de Cracóvia uma das mais belas cidades da Europa. Com seus teatros, cinemas, concertos, galerias e exposições  de arte, Cracóvia pertence ao Patrimônio Mundial da UNESCO e se orgulha de seus 5500 prédios tombados e aproximadamente  2,5 milhões de obras de arte, que permaneceram intocadas pela Guerra.

O principal Mercado da Europa, o Rynek Glowny, é considerado, desde aproximadamente 700 anos, o coração de Cracóvia. Seus inúmeros cafés, cervejarias e restaurantes convidam os jovens e idosos, bem como os artistas poloneses  a disfrutar de momentos especiais. No centro da praça está o famoso Pavilhão das Toalhas, (poln. Sukiennice),datado do século XIV, O mercado  florece, ainda hoje, como há centenas de anos, principalmente no que diz respeito ao artesanato, prata e jóias de âmbar.

No primeiro andar encontra-se a Galeria Polonesa de Quadros e Esculturas do século XIX.  Na ala leste da praça existem duas torres em estilo gótico,que fazem parte  da Igreja de Maria. Da pequena janela, no topo da torre alta, ouve-se, de hora-em-hora, no trompete, o soar  da música –Hejnal Mariacki. A obra mais famosa da igreja é o Altar de Veit Stoß.

Muito embora Cracóvia seje uma cidade antiga, nada tem a ver com um velho museu. Ao contrário, é, plena de jovens e possui a vitalidade de uma cidade universitária, desde a fundação da Universidade de Jagiellonen em 1364. O Collegio Maius, está entre os poucos edifícios bem conservados da Europa.

1. Dia: Cracóvia

Após sua chegada à Cracóvia, você  terá as primeiras  impressões da cidade.

Passeie pela parte antiga da cidade, saboreie, em um restaurante exclusiv,  um prato bem especial.

Pernoite em Cracóvia.

2. Dia: City tour

Pela manhã você conhecerá  melhor a cidade e suas peculiaridades: o maior Mercado da Europa – Rynek Glowny, com seus pavilhões de toalhas, a Igreja de Maria com seu estilo gótico, a Universidade Jagiellonen e a Colina Wawel com sua formação calcárea. Ao meio-dia, você escutará a música Hejnal Mariacki  que soa desde uma pequena janela,  que fica na parte mais alta da torre da igreja.

Você subirá na torre de Sigismund localizada na Catedral gótica e de lá apreciará a fantástica visão da magnífica metrópole.

Após o passeio, você está convidado  a entrar no restaurante Wedel e deliciar uma xícara de chocolate quente. Continuando o percurso, se for de seu interesse, indicamos a excursão à Mina de Sal de Wieliczka.  

Esta histórica mina de sal é também um lugar apreciado, principalmente pelos turistas estrangeiros. É a única mina no mundo onde o sal é retirado desde a Idade Média.  A visita se estende à uma das camaras da mina, onde você poderá saborear um jantar típico.

Pernoite em Cracóvia.

3. Dia: Cracóvia – Zakopane – Cracóvia (200 km)

Hoje a saída será para Zakopane, após o café-da-manhã. A cidade é a capital de Tatra,  região montanhosa que forma a cordilheira na fronteira polaca, além de estar localizada no mais alto ponto do país. Em meados do século XIX, Zakopane tornou-se famosa por seus spas, onde artistas da Bohemia ali se fixaram, fascinados pela beleza da cordilheira e seu folclore. Escritores, músicos, pintores, escultores integraram-se na exuberância da cidade.

O guia do grupo o convidará a adentrar um restaurante na conhecida Rua Krupowki e apreciar a bebida nacional “Herbata Góralska” (chá com vodka).

Retorno à Cracóvia e pernoite

4. Dia: Cracóvia e fim de nossos serviços

Café-da-Manhã e fim de nossos serviços.

O Bairro de Kazimierz

O Bairro de Kazimierz encontra-se ao sudeste da Colina Wawel. O mesmo, criado pelo rei Kazimierz Wielki  em 1335, foi o bairro judeu desde o século XV até a Segunda Guerra Mundial. Após o seu abandono e descaso no período pós-guerra, ele vem retomando, aos poucos, o seu brilho de outrora.

Em algumas partes do bairro, tem-se a impressão do tempo ter parado.

Por trás das fachadas, hóteis exclusivos, restaurantes da cozinha judaica e pubs tradicionais e acolhedores, propiciam uma atmosfera misteriosa e música ao vivo. Neste bairro, ainda preserva-se testemunhos da vida judaica. Na Rua Szeroka, que representa o centro do bairro, deu-se a maior parte da filmagem do filme de Spielberg – A Lista de Schindler. Hoje, ainda preservada, pode-se ver uma das casas, utilizada para fins religiosos, a casa de oração, a Sinagoga Remuh.

O Santuário da Misericórdia de Deus encontrase em Cracóvia

O Santuário da Misericórdia de Deus encontra-se em Cracóvia. Esta moderna basílica em Lagiewniki, construída entre 1997-2002, serviu como local de culto para a Santa Irmã Faustina, uma das figuras mais místicas da Igreja Católica. Em 2002, o papa João Paulo II nomeou a basílica  de  Centro Mundial da Misericórdia de Deus.

Mina de Sal em Wieliczka – Excursão de meio dia

A histórica mina de sal em Wieliczka é um lugar apreciado, principalmente pelos turistas estrangeiros.

É a única mina no mundo que não deixou de produzir desde a Idade Média. A mina hoje, com seus 300 km de cumprimento,  é um labirinto subterrâneo com seus salões. Muito interessante é a capela de Santa Kinga, feita com esculturas em sal e decorada com lustres. A mina entrou para a lista da UNESCO em 1978.

Zakopane – Excursao de meio dia

Zakopane é a capital das montanhas Tatra e da cordilheira, possuindo a mais alta localização entre as cidades polonesas (730 – 1000m acima do nível do mar). Por volta do século XIX transformou-se numa badalada cidade de repouso, onde artesãos e artistas da Bohemia se instalaram, contagiados pela beleza da região e pelo folclore. Escritores, músicos, pintores, escultores contribuiram  para enriquecer os ares da cidade.

Passeio de Jangada no Dunajec – Excursao de meio dia

O passeio de jangada no  rio Dunajec é a grande atração dos Montes Pieniny. Os turistas são levados em jangadas por  jangadeiros vestidos em trajes tradicionais, hábito que vem se repetindo ao longo dos últimos séculos.

Museu de Auschwitz–Birkenau – Excursao de meio dia

No museu nacional do antigo Campo de Concentração erguido em 1947 de Auschwitz I e II – Birkenau, observadores e turistas podem presenciar o maior massacre da história da humanidade. No ano de 1979, Auschwitz-Birkenau passou a fazer parte do Patrimonio da Humanidade, UNESCO 

Castelo Pieskowa Skala e o Parque Nacional de Ojców – Excursao de meio dia

O menor parque nacional da Polônia (1580ha) fica perto da cidade de Cracóvia, no Vale do Rio Pradnik.

Ojców, passou a ser, desde o século XIX uma região de descanso e spas, bem como um apreciado lugar para passeios. Sobre o parque eleva-se o Castelo Pieskowa Skala, doação de Kasimir, o Grande. Posteriormente, este elegante edifício foi reformado dentro do estilo renascentista italiano e holandês.

Czestochowa – Excursao de meio dia

Czestochowa é o principal local para peregrinação na Polônia: O mosteiro de Paulino Jasna Gora.

A visitação ao mosteiro é seguida da visita à basílica e da sala dos tesouros.

O ápice da visita ao mosteiro é a Capela da Mãe de Deus com a figura da Virgem Negra. A Virgem Negra é visitada todos os anos por 4 milhões de todo o mundo

Kalwaria Zebrzydowska – Excursao de meio dia

A idéia da construção do Mosteiro e o Caminho da Cruz (estação da Paixão de Cristo), veio de Woiwoden Mikolai Zebrzydowski, morador de Cracóvia, que viu nos arredores da colina uma semelhança com Jerusalem. Primeiramente ergueu-se o Mosteiro dos Beneditinos com sua igreja. Posteriormente,seguiram-se outras quantas construções com denominações de objetos em Jerusalem, que serviram de estações no Caminho da Cruz. O Santuário foi consagrado em 1999 Patrimonio Mundial na lista da Unesco.

Castelo Pszczyna – Excursao de meio dia

O palácio outrora propriedade dos Turzos von Promnitz, pertenceu,  posteriormente, aos Hochbergs de Pszczyna. Continua sendo o adorno da cidade e uma das maiores atrações turística. O imponente edifício de tres alas, abriga hoje o Museu do Palácio. Bem conservado, o edifício esta cercado de  um parque com 44 hectáres e representa uma jóia da Silésia.